Get Adobe Flash player

Nossas Belezas

In order to view this object you need Flash Player 9+ support!

Get Adobe Flash player
Joomla! Slideshow

O Prefeito de Iguaracy Francisco Dessoles Monteiro esteve reunido nesta sexta-feira (11), juntamente com Dezenas de prefeitos de cidades pernambucanas na Assembleia Legislativa de Pernambuco (ALEPE), para reivindicar a situação financeira dos municípios e uma nova reestruturação do Pacto Federativo. O ato foi em alusão ao Dia Nacional de Luta em Defesa dos Municípios e teve como tema “Viva o seu município. Você nasceu aqui, não o deixe morrer”.
A manifestação foi promovida pela Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe) em parceria com a Confederação Nacional de Municípios (CNM). A Amupe em consonância com a Confederação Nacional dos Municípios quer provar que a maioria dos municípios está em pré-falência, fruto de subfinanciamento de programas federais, pisos, queda no FPM em comparação com altas de salários e insumo.
A comitiva do prefeito contou com a presença do Vice-prefeito Luiz Ferreira, os vereadores Manoel Olímpio, Amaury Torres, Jorge Soldado e Neguinho de Irajaí, o Secretário de Agricultura Mário Gonçalves de Araújo e o Blogueiro e Conselheiro Tutelar Sérgio Coelho de Freitas que registrou as fotografias.(Na foto acima com o Deputado Federal Ricardo Teobaldo)
Em um momento descontraído, Sebastião Dias (PTB), correligionário do senador Armando Monteiro, pré-candidato ao governo do estado com apoio do PT, fez uma cantoria como um repentista com direito a viola, ao lado de seu secretário de Juventude e Meio Ambiente, onde criticava as “esmolas” da presidente Dilma. “Patriota use a Amupe que vou usar a viola para dizer a Dilma que os prefeitos não precisam de esmolas”, disse um dos versos que arrancou aplausos efusivos dos prefeitos presentes.
Fizeram uso da fala o prefeito de Afogados da Ingazeira José Patriota (Presidente da Amupe), Débora Almeida (prefeita de São Bento do Una), Daniel Alves (Prefeito de Chã Grande), Eudo Magalhães (Prefeito de Xexéu) Evilásio Araújo (Prefeito de Taquaritinga do Norte) e Manoel Olímpio (Vereador de Iguaracy). O Deputado Estadual José Mauricio, representante da casa legislativa estadual também discursou juntamente com os deputados federais Gonzaga Patriota e André de Paula.

O presidente da AMUPE e anfitrião do evento José Patriota chamou a atenção do Brasil para a grave situação que os municípios atravessam em todo o país, e disse: “Prefeito pode ser tudo, só não pode fazer milagres porque este poder não tem”. Alertou ainda, que nunca na história os prefeitos passaram por tanta dificuldade, e que quanto menor o município, mais o aperto é maior, ninguém tem motivos para cantar vitória nas condições atuais de governança, disse o prefeito.
No evento foi denunciado a situação de crise dos municípios brasileiros e, especificamente, de nosso Estado. Segundo a AMUPE e a CNM, não é mais possível “segurar” a responsabilidade imposta pelo governo federal. Segundo os cálculos das entidades, o Fundo de Participação dos Municípios (FPM) apresentou, de 1995 a 2012, perda de mais de R$ 274 bilhões. Em Pernambuco, esse montante chegou aos R$ 13,7 bilhões.
 Com o Deputado Federal Ricardo Teobaldo ao centro
A meta dos prefeitos foi sensibilizar a população e o poder legislativo para aumentar o repasse da União ao FPM. Em maio, eles vão a Brasília pressionar por soluções. No momento, está em trâmite, no Congresso Nacional, uma proposta de emenda que aumenta em 2% o valor anual - o que representaria R$ 6,1 bilhões de recursos extras.
O problema tem sido gerado, entre outros fatores, pela queda de arrecadação, já que o FPM é composto por percentuais de impostos que vêm sendo reduzidos pelo governo federal, como o IPI, e por projetos de lei que criam pisos salariais para determinadas categorias, sem determinar de onde virá a receita. “É justo criar um patamar nacional para os professores, mas a conta final ficou para os municípios”, exemplifica o prefeito de Cumaru, Eduardo Tabosa Júnior, tesoureiro da Amupe. “Além disso, todos os programas federais que passam pelo nível municipal são subfinanciados”, critica a prefeita de São Bento do Una, Débora Almeida. Ela citou a merenda escolar: recebe, por aluno, absurdos R$ 0,90 para oferecer “lanche balanceado, com entrada e fruta de sobremesa”.
 
De acordo com o prefeito de Afogados de Ingazeira e presidente da Amupe, José Patriota (PSB), a principal reclamação é o aumento do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). “Os prefeitos irão à Brasília para buscar implemento na base de 2% dos recursos já recebidos pelo governo federal”, confirmou. O socialista também contou que a União repassou até 8 de março R$ 3 bilhões para todas as prefeituras do Estado, mas o valor não é suficiente para custear as despesas da máquina pública municipal, por isso solicitam o aumento em cima deste valor.
Patriota também frisou que a reivindicação não cabe apenas às prefeituras de Pernambuco ou do Nordeste, mas de todo o Brasil. “70% dos municípios não respeitam a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) por não terem condições financeiras e dos 68% dos investimentos recebidos pelos municípios eles gastam 71% com despesas”, descreveu.
Depois da manifestação de ontem, os gestores municipais se organizam para participarem nos dias 12,13,14 e 15 de maio em Brasília, da Marcha dos Prefeitos. Além dos administradores municipais, o evento terá a presença do ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB).
 Presidente em entrevista para a Globo
Ausência do governo federal – O protesto na Alepe iniciou depois das 9h desta sexta(11) e seguiu até ás 14h e não compareceu nenhum representante do governo federal no local para posicionar-se ou dar uma resposta em nome da presidente Dilma (PT). (Com informações de Álvaro Duarte)
 

O Vereador Manoel Olímpio da cidade de Iguaracy, teve lugar de honra na tribuna da Assembleia Legislativa do Estado onde representou todos os vereadores pernambucanos.
Em seu discurso, o vereador ressaltou que os problemas causados pela gestão da atual da presidente Dilma são muito sérios, e que isso tem causado uma série de transtornos que são sentidos primeiramente pelos vereadores municipais que são os que estão na ponta do problema e são os primeiros a serem procurados pela população na hora da necessidade.

Entre as autoridades pernambucanas o Prefeito de Iguaracy
Francisco Dessoles e o Vice-prefeito Luiz Ferreira

O Vereador disse acompanhar de perto a administração do prefeito de Iguaracy Francisco Dessoles Monteiro e falou que a situação não é diferente em relação à de outros municípios.

Presença no evento dos vereadores Neguinho de Irajaí, Jorge Soldado e 
Amaury juntamente com o Secretário de Agricultura Mário Gonçalves

Disse sentir de perto a angustia que o prefeito vem passando para conseguir manter as contas em dias com os recursos cada vez mais escassos. Disse ainda, que muitas vezes são os próprios vereadores com seus salários que tem buscado sanar um pouco das necessidades do povo.

O Vereador terminou dizendo que o Brasil pode mudar e que existe uma esperança desde que os eleitores escolham a pessoa certa para governar os destinos da nação e que esta pessoa é o candidato à presidência da República o ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos.

 

O Governo Federal tem trabalhado a base da “surpresinha” em matéria dos recursos que são destinados mensalmente aos municípios brasileiros e isto tem causado insatisfação e ansiedade aos gestores municipais, pois nenhum administrador por melhor que seja tem como organizar as finanças de uma prefeitura sem ter em mente a previsão de quanto vai receber ao final de cada mês de FPM.

O prefeito Francisco Dessoles em entrevista para o programa institucional da prefeitura de Iguaracy na Rádio Transertaneja FM que acontece todas as quintas-feiras a partir das 11:30 da manhã, expressou a realidade em que vive a prefeitura de Iguaracy, e informou que amanhã dia 11.04.2014 estará sendo deflagrada uma manifestação onde participarão todos os municípios do Brasil.

“Os gestores municipais estão angustiados, na última reunião da AMUPE vi gestores fazerem desabafos constrangedores sobre a situação. Ou nós procuramos rever este pacto de distribuição de receitas, ou nós vamos ver literalmente a falência dos municípios brasileiros” disse o prefeito.

Em Pernambuco, segundo Dessoles, os prefeitos estarão reunidos na Assembleia Legislativa do Estado a partir das 9 horas da manhã, numa manifestação organizada pela AMUPE, expressando a preocupação com esta situação de desiquilíbrio constante das finanças municipais.

“Precisamos urgentemente rever esta questão de distribuição de receitas entre os entes federativos sob pena de uma falência generalizadas dos municípios e todos sabemos que um município é a célula onde vivem as pessoas e não se pode deixar de forma nenhuma que os municípios cheguem à falência principalmente os municípios menores como o nosso” completou o prefeito.

Ao ser perguntado pelo radialista Roberto Murilo se iria participar da manifestação, o prefeito disse que sim e reforçou que o movimento não é apenas dos prefeitos, e que é um movimento de toda a sociedade brasileira, porque a população são os que mais precisam dos serviços municipais. O prefeito disse que nesta época de inicio de ano, os gestores estão começando o planejamento anual, pensando em realizar obras, pensando em melhorias na educação, na saúde e então vem uma bomba como esta com uma queda enorme da receita que tira qualquer gestor de seu eixo de planejamento.

O prefeito Dessoles finalizou dizendo que isso é um problema de todos nós e precisamos reagir contra esta sangria que está acontecendo nos cofres municipais e que não devemos aceitar a concentração cada vez maior dos recursos nas mãos do governo federal deixando os prefeitos literalmente como se costuma dizer, “de pires na mão”.
 
O prefeito Francisco Dessoles de Iguaracy, em reunião no dia de ontem (1) na Câmara de Vereadores, disse que os municípios da região trabalham juntos para conseguirem equipamentos como o Hospital Regional, como o Céu, como a UPA, e depois estes equipamentos passam a serem tratados como equipamentos particulares de Afogados da Ingazeira. Disse que as obras que estão ali, estão apenas por uma questão geográfica, e que a população de Iguaracy, de Brejinho, de Carnaíba, de Tabira, etc, tem os mesmos direitos que a população de Afogados da Ingazeira.

Disse que muitas vezes até os guardas e  motoristas dirigem piadas humilhando os pacientes de outras cidades. Disse que se o Hospital Regional funcionasse adequadamente, a saúde de todos os municípios da região mudariam completamente. Disse que as pessoas não fazem ideia da quantidade de remoção que se vem fazendo atualmente, muitas vezes desnecessariamente, citando inclusive a remoção de uma criança esta semana para o Hospital da Restauração, isso diretamente daqui de Iguaracy, porque o Hospital Regional não teve recursos para fazer uma simples avaliação preliminar desta criança para saber se de fato ela sofreu algum traumatismo craniano ou se essa viagem ia ser completamente desnecessária e desconfortável para a família, para a criança e para todo mundo.


ATERRORIZANTE: Disse o prefeito que não há eficiência da parte do Hospital Regional para poder evitar menos transferências e que muitas vezes, mulheres gestantes saem daqui aos gritos para dar a luz na capital. Disse ter encaminhado três parturientes para o Recife em apenas uma semana, e o resultado é que a sofredora entra numa ambulância, sem nenhuma condição e sai para a capital para ter uma criança que muitas vezes acaba nascendo no meio da estrada, quer dizer, não dá para nascer no Hospital Regional, mas dá para nascer dentro de uma ambulância sem nenhuma assistência. Disse que muitas vezes se leva um paciente daqui para deixar nos corredores dos hospitais do Recife como anda sendo noticiado nos jornais onde se mostra mulheres dando a luz nos corredores dos hospitais da capital.

Segundo o prefeito, os municípios todos estão saturados com problemas de saúde, e é uma ilusão os prefeitos acharem que vão resolver sozinhos os seus problemas de saúde porque não vão conseguir, não tem orçamento para isso, o prefeito vai criar uma ilusão para a população e não vai cumprir. Disse o prefeito que está no seu terceiro mandato e que sabe exatamente como é as finanças de um município pequeno como o de Iguaracy.

Disse que o gestor vive imprensado entre a necessidade e a possibilidade, e que tem que pesar todas as decisões que toma no dia a dia, disse que administra olhando papel por papel, e sabe exatamente as dificuldades que os municípios enfrentam, principalmente em uma situação como esta, onde as receitas caem vertiginosamente de uma hora para a outra, e a população vai querer hoje os mesmos serviços que foram prestados no dia de ontem.
 
 
Em reunião na Câmara de Vereadores de Iguaracy, o Prefeito Francisco Dessoles disse que não vai ter outro jeito a não ser começar a cortar gastos. Disse que a partir de janeiro de 2014, as receitas municipais vem caindo a cada mês, disse que no mês de dezembro de 2013, entrou de dinheiro na prefeitura o valor de UM MILHÃO E DUZENTOS MIL REAIS (1.200.000,00), e foi caindo durante os meses seguintes e neste mês entrou apenas o valor de SEISCENTOS MIL REIAS (600.000,00). Então disse o prefeito, qualquer cidadão pode avaliar que teve uma queda de receita em quase cinquenta por cento, então, nós tivemos que cortar e vamos ter que cortar mais despesas ainda, porque não há outro meio de se equilibrar contas públicas, se a receita cair você tem que cortar despesas, não há outra alternativa.
 Moradores do Sítio Queimadas comparecem a reunião
para ouvir o prefeito
Entenda o caso: O Governo Municipal vinha deixando o veículo D-20 da senhora Luciana à disposição para quando a população do Sítio Queimadas e região adjacente precisasse de um transporte em caráter de urgência, tivesse a quem recorrer na hora da necessidade sem ser necessário  ter que fretar um veículo particular ou tentar uma ambulância com o hospital. Porém, o serviço agradou sobremaneira os moradores que sobrecarregaram a cota racional de viagens, o que fez com que o prefeito tivesse que puxar o freio para uma segunda análise da situação, tendo em vista sobre tudo a crise financeira que o município enfrenta atualmente.
Conforme explicado pelo prefeito, se uma receita que estava na faixa de um milhão de reais, cair para seiscentos mil reais, não existe outra maneira de equilibrar as contas se não for cortando as despesas, e como o Sítio Queimadas é um setor que tem muito movimento de veículos, o transporte de lá foi temporariamente cortado para se fazer um estudo mais aprofundado sobre a situação enquanto se espera passar a crise financeira atual.
Luciana da D20 falou da dificuldade em estabelecer limite
de viagens quando procurada na hora da necessidade 
Disse o prefeito ainda, que não tem justificativas para numa época de crise ter uma grande despesa em um setor do município e não poder atender as outras regiões, muitas vezes mais desprovidas de transporte que o Sítio Queimadas. O prefeito disse que havia feito um cálculo de gastos de no mínimo duas viagens por dia e que esse número ultrapassou chegando à marca de até cinco viagens por dia no calculo final, o que causou um custo elevado, levando em consideração, que há outras regiões para serem também atendidas.
 

O Show mais esperado da semana foi o do Vaqueiro Apaixonado, Ranieri e Banda. Com uma irreverência fora do comum, o cantor contagiou a todos com um ritmo quente e forrozeiro exaltando o homem do campo e o vaqueiro nordestino além de interpretar outros temas da atualidade que está na boca do povo.

O cantor que mora na cidade pernambucana de Terra Nova, já tem alguns anos de estrada e hoje canta nas principais festas de vaquejadas do nordeste.

 Em Irajaí Ranieri e Banda fez justiça as expectativas e o público dançou e delirou ao som desta que certamente foi a melhor banda já contratada para o pequeno distrito e sua festa de padroeiro.

Desta forma, o Governo Municipal de Iguaracy, através da Secretaria de Cultura, Esportes e Turismo, cumpre sua missão e encerra assim as festividades em homenagem ao padroeiro São José em Irajai, deixando o público e a comunidade agradecida pelo excelente evento. Agora é só aguardar as novidades para o ano que vem...
Click em LEIA MAIS para ver todas as fotos:

Leia mais...

 

Quem é de meu tempo sabe o que é jogar em terrenos baldios de chão batidos, calçamentos ou asfaltos utilizando chinelas havaianas como traves de futebol. Isso era o que acontecia com as crianças e os jovens da comunidade de Irajaí antes da chegada da tão sonhada quadra de esportes que veio através da atual administração do prefeito Dessoles que batizou a quadra poliesportiva de Iranildo Ferreira da Silva em homenagem a um dos atletas da comunidade que faleceu vítima de acidente de moto.

Irajaí já deu muitos frutos em matéria de jogadores habilidosos e que fizeram história balançando as redes nos jogos escolares municipais e regionais. Se resolvêssemos citar nomes, certamente correríamos o risco de esquecer alguns atletas principalmente devido a grande quantidade de esportistas valorosos que o distrito já presenteou as escolas Dr. Diomedes e Professora Rosete Bezerra.

Na foto a criança José Eduardo, Filho de Eduardo Vieira Braz e Tarcila Nunes de Almeida moradores de Irajaí. Com certeza esta e outras crianças da comunidade terão uma infância mais prazerosa e melhores oportunidades de crescer se divertindo e aprendendo a dar seus dribles em um local apropriado para a prática do esporte.

 

A primeira atração da última noite da festa de São José em Irajaí ficou por conta do Trio Macambira e seu regional.

Galego do Forró no vocal e o Cícero da Macambira na sanfona. Ambos residem em sítios próximos à comunidade de Irajaí e ficaram bastante felizes com o convite da Secretaria Municipal de Cultura e não esconderam a alegria de tocarem no grande palco montado para Ranieri e Banda.

Com um reforço a mais de artistas locais, o trio fez uma apresentação de banda grande e conquistou o público do pátio de eventos da comunidade.

O público presente caiu no forró ao som do fole do Cícero Macambira e Banda

Nós que fazemos parte desta equipe de reportagem ficamos bastante felizes quando vemos o governo municipal buscar valorizar e exaltar a cultura local.
Veja todas as fotos exclusivas clicando em LEIA MAIS:

Leia mais...

 

Assim como sempre acontece em todas as festividades organizadas pela atual administração, foi montado todo um aparato para que a população pudesse desfrutar da festa com toda a segurança e tranquilidade disponível.

Policia Militar e Conselho Tutelar
Equipe de Segurança Tiger
Profissionais de Saúde

Além da presença da Policia Militar de Pernambuco, a segurança foi reforçada pela Equipe Tiger, e teve também a presença do Conselho Tutelar e Equipe de Saúde para casos de emergência com enfermeira e ambulância com profissional de prontidão.

Prefeito Dessoles e sua bela esposa verinha curtindo um dos
 netinhos durante a festividade

O Governo Municipal de Iguaracy através da Secretaria de Cultura Esportes e Turismo agradece o apoio dos profissionais em tela, que estão de parabéns por garantir total apoio em atenção ao evento.